AWS, Cisco, Cloud, Fast Lane Originals, Google, IBM, Microsoft, Português

Como ser um profissional Data Engineer

Existem muitos materiais distintos sobre implementação de dados e com a constante evolução do mercado é importante sempre falar sobre o assunto. Hoje decidimos compartilhar com você algumas questões relacionadas a Data Engineer ou Engenharia de Dados. Vamos falar um pouco no que ela consiste e o porquê de ser tão importante.

Mas fique calmo, aqui nesse artigo vamos deixar apenas o que realmente importa, ou seja, sem enrolação. No final eu garanto que você vai saber como esse profissional atua, as suas responsabilidades e ferramentas. Então, vamos lá?

Para começar, o que é um Data Engineer?

É a pessoa que encontra as tendências no conjunto de dados e desenvolve algoritmos para tornar dados brutos em informação útil. O Data Engineer é o cara responsável pela plataforma de dados, ele irá organizar os dados Data Source, estruturar, arquitetar e modelar para assim disponibilizá-los para o Output Layer. Ficou complicado? Espera um pouquinho que já vai ficar mais fácil.

Vamos ver agora um exemplo para ficar tudo mais claro. Imagine um tipo de negócio, podendo ser ele E-commerce, marketplace, software as a service (SaaS) ou media company. Podemos dizer que cada modelo de negócio tem suas fontes de dados, vamos usar o e-commerce como exemplo.

No e-commerce existem vários tipos de pontos de contato (vamos chamar assim nesse primeiro momento), esses pontos de contatos podem ser lojas virtuais, aplicativos, campanhas de marketing e a própria e-commerce platform, que basicamente são os meios pelo qual o cliente tem contato com a sua empresa. Em uma loja virtual ele pode navegar pelas páginas do site, colocar produtos no carrinho, conhecer promoções, assim como no aplicativo que seria como uma extensão da loja virtual. E o que todos esses pontos de contatos tem em comum? Dados, todos são fontes de dados.

As fontes de dados então seriam toda interação que o cliente tem com a empresa, quais campanhas funcionam, onde os clientes clicam e quais páginas que eles mais acessam, por exemplo. A forma mais fácil para analisarmos todos esses dados e torná-los uteis, seriam organizá-los, e é aí que surge o Data Lake que nada mais é um lugar para você organizar os dados para que seus usuários finais conhecidos como Output Layer usem essas as informações de uma forma rápida, confiável e simples.

É nesse momento que encontramos a Arquitetura de Dados e a Modelagem de dados, pois afinal você, futuro Data Engineer, precisa saber como transportar todos os dados para o Data Lake. Além de apenas transferir os dados você vai precisar organizá-los e moldá-los para encaminhar aos seus usuários finais os Output Layer.

Data Engineer

Um infográfico para você observar melhor como funciona todo esse processo, repare que não ligamos o Data Lake ao Output Layer justamente porque entre eles existem Arquitetura e a Modelagem de Dados.

Sendo assim podemos entender que as responsabilidades de um Data Engineer vai além de apenas armazenar dados para fins analíticos (Data Lake), veja agora mais algumas responsabilidades de um Engenheiro de Dados:

  • Desenhar estratégias de processamento
  • Estabelecer política de Data Governance
  • Disponibilizar dados para Data Scientist e outros analistas
  • Criar implementação de modelo de Machine Learning

E qual conhecimento necessário para se tornar um Data Engineer?

Como você pode perceber pelo tópico anterior alguns conhecimentos na área de Ciência da Computação, Engenharia, Matemática Aplicada ou alguma outra área relacionada a TI são necessários para um bom desempenho, afinal esse papel requer um conhecimento técnico pesado.

Para se tornar um profissional será necessário experiência em várias linguagens de programação, sendo elas Python e Java, e conhecimento do design de banco de dados, SQL. Confira mais algumas áreas que você irá precisar de conhecimento:

  • Transferência e aplicação de dados
  • Segurança de dados
  • Estatística e Data Science

Quais ferramentas de Cloud usar?

Para conseguir armazenar e processar grandes níveis de dados é necessária uma ferramenta para te auxiliar nesse processo, pois assim você terá mais segurança e confiança para processar seus dados. Existem diversas plataformas que podem te auxiliar nesse processo, sendo alguma delas:

Cada uma dessas plataformas pode te ajudar de formas extraordinárias, todas possuem particularidades excepcionais, no qual vale a pena você pesquisar e conhecer para enfim se aprofundar.

Você sabia das certificações de Engenheiro de Dados?

Existem apenas algumas certificações específicas para Engenharia de Dados, mas há muitas outras de Ciência de Dados e Big Data que podem te auxiliar na sua jornada. Vou deixar aqui um link para você conhecer um pouco mais sobre as certificações. Nós da Fast Lane ficaríamos contentes e lisonjeados em acompanhar a sua trajetória de perto.

E aí? Você ainda tem alguma dúvida sobre como ser um Data Engineer? Acredito que não, mas caso tiver é só deixar nos comentários das nossas redes sociais que vamos te ajudar. Se quiser um conteúdo completo sobre Arquitetura de Dados e a Modelagem de dados comente também em nossas redes que vamos preparar mais um conteúdo exclusivo!

Artigo redigido por Mayara Pimentel – adaptado por Karina Ríos e com revisão final de Raphael Silva.

Seja um expert com certificação oficial

Se você ou sua empresa desejam ficar à frente da concorrência, garanta que seus funcionários sejam certificados, qualificados e altamente treinados. A Fast Lane ajuda você a ter essa diferenciação poderosa. O conhecimento adquirido nas diferentes áreas principais é crítico e pode ter um grande impacto no seu crescimento. Entre em contato com a Fast Lane hoje para saber mais sobre como podemos ajudá-lo a obter seu treinamento e certificação.

Siga-nos nas redes sociais
Instagram
LinkedIn
YouTube

Como uma grande empresa de jogos transformou sua abordagem de segurança com o Splunk e o Google Cloud

As 5 dimensões da resiliência de segurança

Menu
Top